fbpx

Toma a tua Decisão e entra em Acção

Toma a tua Decisão e entra em Acção

Toma a tua Decisão e entra em Acção

Aquilo que está entre saber o que fazer e fazê-lo, é a decisão.

Quantas pessoas sabem exactamente aquilo que têm de fazer? Como por exemplo têm o cardápio de uma dieta, sabem aquilo que têm de comer, mas não o fazem ou por outro lado querem fazer exercício físico, querem emagrecer, melhorar a saúde, mas não lhes apetece ou querem ter determinada conversa difícil com alguém e não conseguem.

Chama-se a isto nos tempos de hoje, programação mental e emocional.

Nós somos “programados” a partir do momento em que nascemos, pelos nossos Pais, professores, amigos, educadores pela sociedade e pelo meio ambiente em que crescemos, é impossível contarmos com os dedos o numero de pessoas que nos programam à imagem delas, durante o nosso percurso de vida e sem nos apercebermos muitas vezes aquilo que estamos a fazer não é verdadeiramente nosso, mas sim aquilo que nos foi programado pelos outros, na escola aprendemos a executar aquilo que temos que saber, mas não aprendemos COMO pensar, como agir e isso torna-nos em executantes e não pensantes então quando temos que tomar uma decisão por vezes ficamos perdidos, porque no fundo nós sabemos a resposta mas ela está tapada por todas as crenças e bloqueios que os outros nos colocaram, por isso faz este exercício, pega já num caderno e caneta e escreve:

1 – Porque?

Porquê que eu quero isso?

O desejo cria a motivação, temos que querer mesmo muito esse objectivo, ter consciência se esse objectivo não é para fugir a algo, depois temos que verificar se está alinhado com os nossos valores, quais os benefícios que ele me trás a curto e longo prazo e mais importante olhar para as nossas emoções e perceber se este objectivo está de acordo com aquilo que EU realmente quero ou com aquilo que me foi dito por outros que seria excepcional para mim.

Quais são os benefícios que me vai trazer isto?

Como é que eu me imagino depois de tomar essa decisão?

2 – Como?

Como é que eu quero que seja ou o que é preciso para?

Qual é a estratégia que preciso seguir para chegar a ?

Há pessoas que querem tanta coisa que nem sequer estabelecem prioridades, como é que vou conseguir, o que é que eu preciso, qual é a minha prioridade.

Ex:

Quero fazer esta Viagem
Quero trocar de Emprego
Quero comprar este carro
Quero fazer este programa
Quero tirar esta certificação
Quero sentir-me melhor com as minhas emoções e decisões.

Todos queremos várias coisas, mas parece tanta coisa que estagnamos e não fazemos nenhuma, é preciso estabelecer prioridades para depois pensar na estratégia e nos como.

3 – Acreditar

Por último, acreditar, acreditar que é possível e acreditar em

Se eu não acredito em mim eu nem sequer pondero em começar. Se alguma vez te disseram que isso não era para ti, que estavas a sonhar muito alto, que és lento ou até nunca ouviste, mas sentiste, acredita que isso não é verdade.

Esta é uma das grandes dificuldades que nós vemos nos nossos clientes e nas pessoas ao nosso redor, aliás conheci pessoas na fase idosa que não fizeram nada  daquilo que queriam da vida pelo simples facto de não se sentirem merecedoras, pensaram que o sucesso não era para elas, não acreditaram nelas próprias e nada.

Repara, se toda a vida ouviste em criança seja dos pais, na escola um colega ou até um professor, está quieto, tu não sabes nada ou tu não mereces nada ou não ouviste mas viste os outros a passarem por isso, é possível que tenhas ancorado isso de tal forma que mesmo que penses que está tudo resolvido, não está não é verdade, está apenas abafado, aparentemente está limpo mas é como se estivesse escondido debaixo de um tapete.

O maior desafio é perceberes tudo o que está pesado dentro de ti que não te deixa avançar, sejam limitações, bloqueios, crenças falsas, auto sabotagem, aquilo que te fizeram acreditar mas que não é a tua verdade e sim a dos outros, descobrires o que realmente  te vai fazer sair da cama cheio de felicidade, o que te faz criar o desejo para ires atrás,  o que te eleva os pensamentos que te levam ao sentimento e que por sua vez à acção e por fim ao resultado que queres ter.

Esta é a verdadeira a magia para uma decisão de sucesso.

E lembrem-se sem decisão não há resultado.

Por isso, faz este exercício, decide e avança, quando menos esperas estarás a ver o resultado a acontecer.